Agropecuária

Agroindústria Rural
Produção e valor da produção, segundo os produtos da agroindústria rural

Agroindústria rural: Informações das atividades de transformação e beneficiamento de produtos agropecuários de origem animal ou vegetal, que foram realizadas em instalações próprias, comunitárias ou de terceiros, a partir de matéria-prima produzida no próprio estabelecimento agropecuário ou adquirida de outros produtores, desde que a destinação final do produto tivesse sido dada pelo produtor.

TabelaTabelaGráfico de PizzaFonte: IBGE/Censo Agropecuário.
Estabelecimentos Agropecuários
Área dos estabelecimentos, pela condição do produtor

A área total dos estabelecimentos compreende a totalidade das terras que formavam o estabelecimento, considerada a situação existente na data do Censo. Considerou-se produtor a pessoa física ou jurídica que detivesse a responsabilidade da exploração do estabelecimento, quer fosse o mesmo constituído de terras próprias ou de propriedades de terceiros. Os produtores foram classificados nas seguintes condições: Proprietário, arrendatário, parceiro e ocupante.

TabelaFonte: IBGE/Censo Agropecuário.
Área dos estabelecimentos, pela condição legal das terras

A área total dos estabelecimentos compreende a totalidade das terras que formavam o estabelecimento, considerada a situação existente na data do Censo. A constituição dos estabelecimentos, segundo a condição legal das terras é formada por: próprias (inclusive por usofruto, foro e enfiteuse); arrendadas (mediante pagamento em quantia fixa em dinheiro ou cota-parte da produção); ocupadas (ocupadas a título gratuito, com ou sem consentimento do proprietário); próprias e arrendadas; próprias e ocupadas; próprias, arrendadas e ocupadas; e arrendadas e ocupadas.

TabelaFonte: IBGE/Censo Agropecuário.
Área dos estabelecimentos, por grupos de área total

A área total dos estabelecimentos compreende a totalidade das terras que formavam o estabelecimento, considerada a situação existente na data do Censo.

TabelaFonte: IBGE/Censo Agropecuário.
Condição do produtor em relação às terras, segundo os estabelecimentos e a área

Informações sobre a condição do produtor em relação às terras do estabelecimento: Terras próprias; Terras arrendadas; Terras em parceria; Terras ocupadas (pelas quais o produtor nada pagara pelo seu uso); Assentado sem titulação definitiva; e Produtor sem área.

TabelaTabelaFonte: IBGE/Censo Agropecuário.
Condição legal das Terras

Informações sobre a composição da área do estabelecimento, segundo a condição legal da terras: Terras próprias - propriedade do produtor; Terras concedidas por órgão fundiário - sem título definitivo, tais como: título de domínio ou concessão de uso, título de ocupação colonial, título provisório, etc.; Terras arrendadas - propriedade de terceiros que estava explorada pelo produtor, mediante pagamento, previamente ajustado, de uma quantia fixa, em dinheiro ou sua equivalência em produtos; Terras em parceria - propriedade de terceiros que estava sendo explorada pelo produtor, mediante pagamento de parte de produção, previamente ajustado entre as partes; e Terras ocupadas - propriedade pertencente a terceiros, pela qual o produtor nada pagava pelo seu uso (ocupação, posse ou cessão).

TabelaBarra VerticalTabelaFonte: IBGE/Censo Agropecuário.
Estabelecimentos com área irrigada por método utilizado, segundo os estabelecimentos e a área

Métodos de irrigação utilizados: Inundação - consiste no nivelamento do terreno para alagamento ou inundação da área de cultivo de determinadas lavouras; Sulcos - condução e distribuição da água através de sulcos ou canais de irrigação localizados entre linhas de plantio das culturas; Aspersão (pivô central) - área irrigada por sistema móvel, constituído por uma barra com aspersores, que se movimenta em torno de um ponto fixo; Aspersão (outros métodos) - aspersores fixos e móveis, exceto pivô central; Localizado (gotejamento, microaspersão, etc.) - condução da água por tubos, sendo a sua distribuição feita gota a gota; e Outros métodos de irrigação e/ou de molhação - regas manuais , ou, ainda se não utilizou nenhum método de irrigação.

TabelaTabelaFonte: IBGE/Censo Agropecuário.
Estabelecimentos e área dos estabelecimentos, por grupo da atividade econômica - 1995

Considera-se como estabelecimento agropecuário todo terreno de área contínua, independente do tamanho ou situação (urbana ou rural), formado de uma ou mais parcelas, subordinado a um único produtor, onde se processasse uma exploração agropecuária.

TabelaFonte: IBGE/Censo Agropecuário.
Estabelecimentos e área total, por classes de atividade econômica

No censo Agropecuário 2006, foi adotado a codificação da CNAE 2.0, a qual atribuiu a atividade econômica do estabelecimento agropecuário à predominância simples da atividade que apresentara o maior valor da produção, independente da variabilidade. Assim, relacionados todos os valores de produção de todas as atividads executadas no estabelecimento agropecuário, a respectiva classe de atividade econômica foi aquela referida ao produto que obteve o maior valor de produção.

TabelaTabelaBarra VerticalFonte: IBGE/Censo Agropecuário.
Estabelecimentos por grupo de atividade econômica

Considera-se como estabelecimento agropecuário todo terreno de área contínua, independente do tamanho ou situação (urbana ou rural), formado de uma ou mais parcelas, subordinado a um único produtor, onde se processasse uma exploração agropecuária.

TabelaFonte: IBGE/Censo Agropecuário.
Estabelecimentos que obtiveram financiamento, por finalidade

Informações sobre os estabelecimentos agropecuários que obtiveram financiamento, com a finalidade de: investimento, custeio, comercialização e manutenção do estabelecimento.

TabelaFonte: IBGE/Censo Agropecuário.
Estabelecimentos, pela condição do produtor

Considera-se como estabelecimento agropecuário todo terreno de área contínua, independente do tamanho ou situação (urbana ou rural), formado de uma ou mais parcelas, subordinado a um único produtor, onde se processasse uma exploração agropecuária. Considerou-se produtor a pessoa física ou jurídica que detivesse a responsabilidade da exploração do estabelecimento, quer fosse o mesmo constituído de terras próprias ou de propriedades de terceiros. Os produtores foram classificados nas seguintes condições: proprietário, arrendatário, parceiro e ocupante.

TabelaFonte: IBGE/Censo Agropecuário.
Estabelecimentos, por grupos de área total

Considera-se como estabelecimento agropecuário todo terreno de área contínua, independente do tamanho ou situação (urbana ou rural), formado de uma ou mais parcelas, subordinado a um único produtor, onde se processasse uma exploração agropecuária.

TabelaFonte: IBGE/Censo Agropecuário.
Forma de obtenção das terras do produtor proprietário

A forma como o produtor obteve as suas terras foi investigada somente para aquele que, na composição das terras de seu estabelecimento, possuía terras próprias ou terras aguardando titulação, segundo os conceitos: Compra de particular - quando a área própria do estabelecimento tivesse sido comprada de terceiros; Compra via crédito fundiário (Cédula da Terra, Banco da Terra ou outra) - comprado por meio de Crédito Fundiário Federal, Estadual ou Municipal; Titulação via reforma agrária, programa de reassentamento ou aguardando titulação - sido obtido por meio de título via reforma agrária, programa de reassentamento, inclusive a regularização de terras de quilombos; Herança - obtido por meio de herança; Doação particular - obtido por meio de doação particular; e Usucapião - posse de terra obtida sem oposição, após cinco anos ininterruptos, tornando-a produtiva.

TabelaBarra VerticalFonte: IBGE/Censo Agropecuário.
Outras receitas obtidas pelo produtor no ano, por tipo

Outras receitas são os valores recebidos pelo estabelecimento agropecuário, de acordo com a fonte da receita, a saber: Recursos de aposentadorias ou pensões (considerou-se somente os recursos de aposentadoria rural); Salários obtidos pelo produtor com atividades fora do estabelecimento; Doações ou ajudas voluntárias de parentes ou amigos; Receitas provenientes de programas especiais dos governos (Federal, Estadual ou Municipal); Desinvestimentos; e Pescado capturado (não se considerou a receita proveniente da aquicultura.

TabelaTabelaFonte: IBGE/Censo Agropecuário.
Pessoal ocupado nos estabelecimentos agropecuários em 31.12.2006, com laços de parentesco com o produtor¹, por idade e principais características do pessoal ocupado

Foram consideradas como pessoal ocupado no estabelecimento todas as pessoas que trabalharam em atividades agropecuárias ou em atividades não-agropecuárias de apoio às atividades agropecuárias, juntamente com as pessoas que tinham laços de parentesco com eles e que estiveram trabalhando no estabelecimento, no período de referência.

TabelaFonte: IBGE/Censo Agropecuário.
Pessoal ocupado nos estabelecimentos agropecuários em 31.12.2006, por sexo

Foram consideradas como pessoal ocupado no estabelecimento todas as pessoas que trabalharam em atividades agropecuárias ou em atividades não agropecuárias de apoio às atividades agropecuárias, como motorista de caminhão, cozinheiro, mecânico, marceneiro, contador e outros, bem como os produtores ou administrador de explorações comunitárias, juntamente com as pessoas que tinham laços de parentesco com eles e que estiveram trabalhando no estabelecimento, no período de referência.

TabelaFonte: IBGE/Censo Agropecuário.
Pessoal ocupado sem laço de parentesco com o produtor que estava ocupada no estabelecimento em 31.12.2006, por idade

Empregado permanente - pessoa contratada para trabalhar de maneira regular e contínua em atividades do estabelecimento agropecuário, com, no mínimo, seis meses de contrato ou, se por menor período, foi contratada com esta característica; Empregado temporário - pessoa contratada para trabalhar uma ou mais vezes em tarefas temporárias ou eventuais; Empregado-parceiro - pessoa subordinada diretamente à pessoa que dirigia o estabelecimento, que executou tarefa mediante recebimento de uma cota-parte da produção; e Outra condição - pessoas que trabalharam no estabelecimento e não se enquadraram nas categorias anteriores, como moradores e agregados.

TabelaFonte: IBGE/Censo Agropecuário.
Pessoas ocupadas na agropecuária, por categoria em 31.12.1995

Pessoas ocupadas, com ou sem remuneração, que em 31/12/1995 encontravam-se executando serviços ligados às atividades do estabelecimento. Categorias: Responsável e membros não-remunerados da família; Empregados permanentes; Empregados temporários; Parceiros e Outra condição.

TabelaFonte: IBGE/Censo Agropecuário.
Principais receitas obtidas pelos estabelecimentos no ano, por tipo

Principais receitas obtidas pelos estabelecimentos, através de: Produtos vegetais; Animais e seus produtos; Atividades de turismo rural no estabelecimento; Produtos da agroindústria; Prestação de serviço de beneficiamento e/ou transformação de produtos agropecuários por terceiros; Prestação de seviços para empresa integradora; e Outras atividades não-agrícolas realizadas no estabelecimento (artesanato, tecelagem, etc.).

TabelaTabelaFonte: IBGE/Censo Agropecuário.
Projetos de assentamento do Funtepe

Informações sobre o número de projetos, da área e do número de famílias assentadas, administrado pelo Estado.

TabelaFonte: Funtepe.
Projetos de assentamento do Incra

Informações sobre o número de projetos, da área e do número de famílias assentadas, administrado pelo Governo Federal.

TabelaFonte: Incra.
Recursos hídricos existentes nos estabelecimentos, por tipo de recurso

Informações sobre a existência de recursos naturais como nascentes, rios riachos, lagos naturais e açudes, considerando apenas a parte que se encontrava nos limites do estabelecimento, e se eram protegidos ou não por matas, assim como se possuíam ou não poços comuns, artesianos ou semiartesianos, tubulares e cisternas.

TabelaFonte: IBGE/Censo Agropecuário.
Utilização das terras

Na utilização da área dos estabelecimentos, consideram-se as seguintes categorias: Lavouras permanentes que compreende a área plantada ou em preparo para o plantio de culturas de longa duração; Lavouras temporárias que abrangem as áreas plantadas ou em preparo para o plantio de culturas de curta duração (menor que um ano); Terras em descanso são as terras habitualmente utilizadas para o plantio de lavouras temporárias; Pastagens naturais são constituídas pelas áreas destinadas ao pastoreio do gado, sem terem sido formadas mediante o plantio; Pastagens plantadas abrangem as áreas destinadas ao pastoreio e formadas mediante plantio; Matas Naturais são formadas pelas áreas de matas e florestas naturais utilizadas para extração de produtos ou conservadas como reservas florestais; Matas plantadas compreendem as áreas plantadas ou em preparo para o plantio de essências florestais; Terras produtivas não utilizadas são constituídas pelas áreas que se prestavam à formação de culturas, pastos ou matas e não estavam sendo utilizadas para tais finalidades.

TabelaFonte: IBGE/Censo Agropecuário.
Utilização das terras nos estabelecimentos, por tipo de utilização - 2006

Área plantada ou em preparo para o plantio: Lavouras permanentes; Lavouras temporárias; Forrageira para corte; Cultivo de flores, Pastagem natural; Pastagem plantada degradada; Pastagem plantada em boas condições; Matas e/ou florestas naturais; Matas e/ou florestas naturais - áreas utilizadas para a extração vegetal, cobertas por matas, e as florestas naturais, não plantadas; Florestas plantadas com essências florestais; Áreas florestais usadas para lavouras e pastejo de animais e Área não ocupada com lavouras, pastagens, matas e/ou florestas.

TabelaBarra VerticalTabelaFonte: IBGE/Censo Agropecuário.
Valor da produção dos estabelecimentos no ano, por tipo de produção

Valor obtido do quantitativo entre os valores da produção animal, vegetal, e do valor agregado da agroindústria.

TabelaTabelaFonte: IBGE/Censo Agropecuário.
Valor dos investimentos realizados pelos estabelecimentos, por tipo

O total dos investimentos realizados, foi obtido através do somatório das seguintes variáveis: valor das terras incorporadas, bens móveis, novas culturas permanentes, novas matas plantadas, veículos novos, veículos usados, máquinas e equipamentos novos, máquinas e equipamentos usados, tratores novos, tratores usados e valor dos investimentos com animais para reprodução ou trabalho.

TabelaFonte: IBGE/Censo Agropecuário.
Produção Agrícola
Produção agrícola das lavouras permanentes e temporárias

Produção agrícola é a quantidade de cada produto agrícola obtida na área colhida, no ano de referência da pesquisa. Área colhida é a parcela da área plantada de cada produto agrícola efetivamente colhida, na data de referência da pesquisa. Rendimento médio obtido é a quantidade efetivamente obtida de cada produto agrícola, por unidade de área. Valor da produção é a produção obtida multiplicada pelo preço médio ponderado.

TabelaTabelaGráfico de PizzaFonte: IBGE/PAM.
Produção agrícola das lavouras permanentes e temporárias, Pernambuco

Produção agrícola é a quantidade de cada produto agrícola obtida na área colhida, no ano de referência da pesquisa.

TabelaGráfico de PizzaFonte: IBGE/PAM.
Valor da produção e da receita agropecuária

As receitas compreendem ao valor obtido com a venda da produção e a exploração das atividades desenvolvidas pelos estabelecimentos.

TabelaFonte: IBGE/Censo Agropecuário.
Produção da Pecuária, Aves e Outros Animais
Efetivo dos rebanhos

Efetivo dos bovinos, comum ou de raça em todas as categorias do rebanho, na data de referência da pesquisa. Efetivos do suíno, equino, asinino, muar, ovino, caprino, galinhas, bubalino, galos, frangas, frangos e pintos, e codornas, na data de referência da pesquisa.

TabelaFonte: IBGE/PPM.
Produção de origem animal

Produção de mel-de-abelha é a quantidade de mel-de-abelha, abelhas criadas em apiário, obtida durante o ano base da pesquisa. Produção de ovos de galinha é a quantidade de ovos de galinha, durante o ano base da pesquisa.

TabelaTabelaFonte: IBGE/PPM.
Produção efetiva de pintos de corte em Pernambuco

Informação mensal do efetivo de pintos de corte do Estado.

TabelaFonte: APINCO.
Vacas ordenhadas e produção de leite

Produção de leite é a quantidade de leite produzido pelas vacas ordenhadas, no ano base da pesquisa.

TabelaFonte: IBGE/PPM.
  • CONDEPE/FIDEM Matriz

    Rua das Ninfas, 65 – Boa Vista
    Recife / PE - Brasil 50.070-050
    Fax: (0**81) 3182.4400
  • CONDEPE/FIDEM Anexo

    Rua Barão de São Borja, 526 – Boa Vista
    Recife / PE - Brasil 50.070-310
    Fone: (0**81) 3182.4515
  • PE
  • Condepe
  • Logo da BVR